Busca por estabelecimento:

Últimas Notícias

Seguranca

 

Reunião do Conselho Municipal de Segurança mostra estatísticas criminais

28 AGO 2021


Estelionato e violência doméstica apresentam crescimento
O Conseg 31 de Coqueiros participou da reunião do Conselho Municipal de Segurança (Consem). Na pauta, o levantamento de ocorrências criminais na Capital nos últimos anos. A primeira a apresentar o diagnóstico foi a delegada Tatiana Klein, da Diretoria de Polícia da Grande Florianópolis.
Ela apresentou um levantamento, dividido por bairros, fazendo comparativos entre 2019, 2020 e 2021. Entre as ocorrências, a que mais tem preocupado à Polícia Civil, segundo a delegada, é a violência doméstica, pois envolve crianças e idosos indefesos. “Com a pandemia do novo Coronavirus, as famílias ficaram mais recolhidas, situação que pode ter contribuído para o aumento de casos. Também, contribui, os canais de denúncia que acabam deixando as vítimas mais à vontade para acusar”, analisa a delegada.
De acordo com a estatística, em 2019 foram computados 2.880 casos de violência doméstica; já em 2020 houve um aumento para 3.247. E até agosto desse ano, os números chegam a 3.229. Entre os crimes, o de ameaça está no topo da lista, seguido de lesão corporal, descumprimento de medidas protetivas, estupro de vulnerável, e outros.
Ela destacou que enquanto os furtos e roubos reduziram nos últimos anos devido à pandemia, também os crimes de estelionato cresceram muito por causa do meio digital. Ou seja, o criminoso pode estar no calor da sua casa e praticando crimes cibernéticos.
Em seguida, o coronel Jeferson Silva, da Polícia Militar, também apresentou os números registrados pela Polícia Militar dos últimos cinco anos. Segundo ele, como as pessoas estão mais confinadas, ocorrências como acidentes de trânsito tendem a reduzir. Já a perturbação do sossego cresceu o dobro, de acordo os números apresentados pelo coronel.
Na sequência, a representante do Ministério Público, promotora Havah Emília Piccinini de Araújo lembrou que as informações são importantes para ações de políticas públicas. Disse ser importante padronizar a extração de dados entre PC, PM e MP num acordo de cooperação técnica para melhor análise das informações.
O presidente do Consem, secretário municipal de Segurança, Araújo Gomes, encerrou a reunião pautando para o próximo encontro a palestra do presidente do Conseg Ingleses, Alberto Neves, sobre GGI (Gabinete de Gestão Integrada), ferramenta que será criada dentro do Consem.
É justamente o GGI, segundo Araújo Gomes, que irá aplicar as estratégias frente às ocorrências. “Por exemplo, se aumentar o crime de estelionato, que ações serão feitas”, pontuou.
Participaram ainda da reunião, o representante da OAB, Guilherme Gottardi, e os presidentes dos Consegs Centro, Rodrigo Marques; do Portal do Extremo Sul, Carlos Thadeu Pires; e de Canasvieiras, Luiz Carlos da Veiga Paes.


Fotos