Busca por estabelecimento:

Últimas Notícias

Seguranca

 

Delegacia de Coqueiros vai mudar de bairro.

26 FEV 2019


Por falta de estrutura no atual imóvel que ocupa, a Delegacia de Coqueiros vai mudar de casa e de bairro. A 4ª DP será transferida para o antigo prédio da Deic (Delegacia Estadual de Investigações Criminais), localizado na Rua Tijucas, Balneário do Estreito.  A informação é da diretora da Grande Florianópolis da Polícia Civil, delegada Eliane Chaves, que participou da reunião do Conselho de Segurança de Coqueiros. Ao lado da delegada titular da 4ª DP, Tatiana da Rocha Klein e da delegada adjunta da Polícia Civil, Ester Coelho, ela afirmou que a mudança se faz necessária devido às condições precárias do imóvel como falta de acessibilidade, ambiente insalubre e por manter carros apreendidos na rua causando transtornos aos moradores.

“O proprietário não autorizou as obras necessárias à adaptação do prédio da 4ª DP. Além disso, afirmou não ter mais interesse em alugar o imóvel onde, atualmente, funciona a delegacia, pedindo a desocupação e a devolução da residência. Desse modo, efetuou-se pesquisa de outro imóvel adequado na região de Coqueiros sendo solicitado, inclusive, apoio da comunidade para esse fim. Mas não houve sucesso. Em vista disso, para não sofrer despejo e havendo um imóvel público disponível para abrigar uma delegacia, decidiu-se transferir a 4ª DP para o antigo prédio do Deic. O local também vai abrigar a 3ª Delegacia de Polícia de Capoeiras”, explicou a diretora.

Questionada pelos moradores presentes na reunião sobre a dificuldade de acesso ao novo endereço, Eliane Chaves disse que a nova estrutura, por abranger duas delegacias, terá uma eficácia maior já que as equipes trabalharão em conjunto. Disse ainda que, no geral, haverá um ganho em todos os sentidos, apesar da distância ser maior para os moradores da região de Coqueiros. “As novas instalações ficarão dentro da jurisdição da própria 4ª DP. Sendo assim, ganha-se em conforto para o trabalho dos funcionários e para o atendimento aos usuários, por ser um ambiente apropriado”.

HISTÓRIA

Não é a primeira vez que a 4ª Delegacia de Coqueiros ameaça fechar as portas no bairro. Em outubro de 2004, por falta de funcionários, a 4ª DP quase  encerrou as atividades. A segunda vez foi em fevereiro de 2015, quando o Comando Geral da Policia Civil propôs transferir os trabalhos para a 3ª DP de Capoeiras. A exemplo de 2004, a alegação era a falta de efetivo. O projeto, na época, era unificar a estrutura das duas delegacias para melhorar o atendimento à população. No entanto, com a mobilização da comunidade e apoio do Conselho de Segurança de Coqueiros a delegacia permaneceu na região, depois de ocupar três imóveis contabilizando o atual que fica na Rua Reis Montenegro, bairro Itaguaçu.

TRÂNSITO

 Além da transferência da 4ª Delegacia de Polícia de Coqueiros, o trânsito também esteve na pauta da reunião mensal do Conselho de Segurança, dia 20 de fevereiro, quarta-feira. Presente ao encontro, o diretor do Departamento de Trânsito da Capital, Fabrício Justino, apresentou um vídeo mostrando a intervenção que deve ser feita em frente ao Parque de Coqueiros. Trata-se do fechamento da rotatória que fica entre à Rua Sávio Gonzaga e Avenida Engenheiro Max de Souza.

O local tornou-se um cruzamento perigoso já que, para fugir dos congestionamentos da Via Expressa, veículos que se dirigem ao centro da cidade acessam o bairro de Coqueiros para escapar das filas que se formam diariamente para ingressar na Ponte Pedro Ivo Campos.

Além dos veículos da Via Expressa, motoristas que vêm do bairro Estreito também circulam no local aumentando ainda mais o risco de acidentes. “No total, diariamente, são 240 mil veículos que circulam pela entrada principal do bairro de Coqueiros”, calcula o Departamento de Trânsito. Em consequência, vários acidentes, inclusive com mortes, já foram registrados no local.

Para tanto, Prefeitura de Florianópolis, a pedido da comunidade e contando com o apoio das lideranças comunitárias, promoveu um estudo que visa fechar a rotatória e o canteiro em frente ao Parque para aqueles que quiserem acessar a ponte. Eles terão que fazer o retorno pela Rua Euclides de Castro para ingressar na Avenida Max de Souza. Ou acessar a Avenida Max de Souza tanto para ingressar no bairro ou para fazer o retorno para se dirigir à ponte Pedro Ivo Campos.
Veja o vídeo no https://www.facebook.com/folhadecoqueiros/videos/422164215192663/

FOTOS PAULO CAPOCCI


Fotos