Busca por estabelecimento:

Últimas Notícias

Seguranca

 

Reunião do Conseg traz boas notícias à comunidade:

4 NOV 2018


Encontro mensal do Conselho de Segurança de Coqueiros (Conseg) reuniu mais de 30 participantes na quarta-feira, dia 31 de outubro, no salão de festas do Condomínio Villagio di Capri. Convidado pela diretoria do Conseg, o diretor de Operações de Trânsito da Capital, Fabrício Justino, anunciou mudanças no trânsito em três vias movimentadas do bairro – Dr. Abel Capela (que abriga o Ponto de Táxi); Professor Bayer Filho (onde está localizada a Igreja Nossa Senhora do Carmo) e Pascoal Simone (que hospeda o Cefid/Udesc e o Colégio Presidente Roosevelt). 

A partir do dia 12, segunda-feira, só será permitido estacionar em um dos lados das ruas. Segundo o diretor, as mudanças atendem reivindicações antigas da comunidade e, a partir daí, foi feito um estudo técnico pelo departamento para viabilizar os pedidos.

“Encontramos, inclusive, abaixo-assinados engavetados de anos atrás”, disse Fabrício.
De acordo com os moradores, as solicitações se baseiam no grande fluxo de veículos que circulam nesses locais em mão dupla. Como as vias são estreitas, a ultrapassagem entre dois carros, por exemplo, se torna praticamente impossível. Como resultado, as colisões são frequentes, especialmente na Rua Dr. Abel Capela, que serve de acesso à Via Expressa e rota de fuga para motoristas que não querem enfrentar o semáforo da Avenida Almirante Tamandaré. 

ABAIXO-ASSINADO
Moradores das ruas Senador Milton Campos, Travessa América e Antônio José Duarte, no bairro Coqueiros, entregaram um abaixo-assinado ao diretor Fabrício Justino solicitando a alteração da sinalização horizontal (faixa central), na Avenida Engenheiro Max de Souza, em frente à entrada da Rua Senador Milton Campos. A solicitação visa regularizar e tornar legal o fluxo de veículos que acessa a Rua Senador Milton Campos, no sentido bairro-centro de Florianópolis. Da mesma forma, visa igualmente tornar regular e legal o fluxo de veículos que sai da citada rua, entrando diretamente na Avenida Engenheiro Max de Souza, a fim de seguir o fluxo no sentido bairro-centro.

“Importante salientar que os acessos, tanto à Travessa América, quanto à Rua Antônio José Duarte, se dão através da Rua Senador Milton Campos, criando naquele ponto um considerável aumento de veículos. A atual sinalização nos obriga a executar manobras pouco práticas, e que acabam por interferir negativamente no fluxo natural da avenida, criando transtornos e riscos absolutamente desnecessários”, diz o documento.

 MORADORES EM SITUAÇÃO DE RUA
Também presente à reunião, o empresário Rodrigo Marques, integrante do Conseg Centro e da Força Tarefa DOA- Defesa Orientação e Apoio a Pessoas em Situação de Rua, comentou a campanha que está sendo divulgada na mídia sobre o trabalho que vem sendo feito com essa população pela equipe de Abordagem de Rua. A ideia da campanha é mostrar que existe um local – o Centro POP- na Passarela Nego Quirido – que oferece banho, lugar para dormir e alimentação -, para acolher aqueles que desejam sair da rua e encontrar oportunidades para voltar ao mercado de trabalho.

IMÓVEIS ABANDONADOS
Para encerrar, o representante do secretário do Continente, Edinho Lemos, fiscal Jaisson Vieira informou que o imóvel localizado na Rua Dr. Abel Capela e que tem servido de abrigo para usuários de droga deverá ser demolido ainda nesse mês de novembro. O local recebeu a visita do comando da Polícia Civil, já que a casa havia sido cogitada para abrigar a 4ª DP, mas a ocupação foi descartada uma vez que a rua não tem saída e não tem local para estacionar os veículos apreendidos. Segundo Jaisson, serão retiradas as estruturas de ferro do imóvel, em primeiro lugar, antes da demolição da parte de alvenaria.

Jaisson pediu aos participantes que colaborassem com o setor de fiscalização da prefeitura no sentido de informar a existência de casas ou terrenos em situação de abandono. É importante bater fotos do local e encaminhar para o e-mail smcgabinete@gmail.com indicando também o endereço completo do imóvel ou terreno abandonado, se possível com referências próximas, para melhor identificação.

 

 

 


Fotos