Busca por estabelecimento:

Notícias do Bairro

Seguranca

 

Reunião do Conseg discute problemas do trânsito

5 ABR 2017


 

Problemas de trânsito que têm registrado vários acidentes na região de Coqueiros como o que aconteceu recentemente na esquina da Rua Fritz Muller com Avenida Desembargador Pedro Silva, foi um dos assuntos debatidos na reunião do Conselho de Segurança de Coqueiros. Presente à reunião, a secretária municipal de Segurança Pública e comandante da Guarda Municipal, Maryanne Mattos, prometeu fazer um levantamento técnico dos problemas que envolvem o trânsito da região (foto).

Na oportunidade, o vice-presidente do Conseg, Airton Farias, entregou à secretária ofícios antigos da comunidade que envolvem pedidos desde o fechamento do acesso ao bairro Abraão para motoristas que transitam na Via Expressa até o estacionamento em apenas um dos lados da Rua Abel Capela e alteração do trânsito da Rua Pascoal Simone para mão única. Também foi solicitada à comandante, a sinalização adequada nos pontos de ônibus e fiscalização em estacionamentos em calçadas e ao longo das avenidas Max de Souza, Desembargador Pedro Silva e João Meireles.

Além do trânsito, a presidente do Conseg, Sibyla Loureiro, pediu providências para combater os roubos que estão acontecendo na região, principalmente por usuários de droga que estão alojados em imóveis desocupados. A solicitação foi feita ao secretário do Continente Edinho Lemos, ao delegado da 4ª DP, Ilson da Silva, e ao major Dutra, do 22º BPM. De acordo com o major, seriam definidas ações numa reunião na Secretaria do Continente.

Entre elas, abordagem de rua e vistoria em residências desocupadas. Edinho Lemos se comprometeu, especialmente, a elaborar uma ação - em parceria com a Vigilância Sanitária - para vistoriar um imóvel abandonado na esquina das ruas da Fonte com Paula Ramos. No local, uma piscina com água suja pode ser foco do mosquito da dengue.

Outro assunto discutido na reunião envolveu ocupações em áreas de APP (Área de Preservação Permanente). O engenheiro e morador do bairro, Roberto Boell Vaz promoveu um vídeo, realizado com a ajuda de um drone, mostrando a invasão no morro próximo à Vila Aparecida e Pedreira do Abraão. “O pior é que os barracos já têm água e luz”, diz Roberto que há vários anos está denunciando as invasões. “Se a Floram e outros órgãos não tomarem uma atitude para barrar as ocupações irregulares, seremos obrigados a procurar o Ministério Público”, completa Roberto.

Texto Sibyla Loureiro
Fotos Márcia Quartiero

 

 


Fotos