Busca por estabelecimento:

Patrocínio

Últimas Notícias

Saúde

 

Gripe: Vacinação começa nesta segunda-feira, dia 17 de abril

16 ABR 2017


Vacinação começa para idosos e portadores de doenças crônicas

A Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza (gripe) em Santa Catarina começa na segunda-feira, 17 de abril,  e vai até 19 de maio, sendo o dia 13 de maio o dia D de mobilização nacional. Em Florianópolis, a imunização contra o vírus Influenza estará disponível em todos os centros de saúde, com meta de vacinar 150.781 pessoas do público-alvo determinado pelo Ministério da Saúde. Mas as pessoas devem estar atentas ao calendário: de 17 a 21 de abril, serão vacinadas apenas as pessoas com 60 anos ou mais e os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais*.

A decisão de priorizar esses grupos, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, baseou-se no cronograma de distribuição das vacinas anunciado pelo Ministério da Saúde, que prevê o envio de apenas 25% do total de doses até o dia 5 de abril. ; e no fato de que esse público representou 72% das internações e 77% dos 108 óbitos notificados por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por influenza em 2016.

Para os demais grupos do público-alvo, a campanha será iniciada no dia 24 de abril: crianças entre seis meses e menores de cinco anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores de saúde, professores do ensino básico e superior das escolas públicas e privadas, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional. 

Cobertura

Em 2016, Florianópolis atingiu as metas de imunização entre idosos. Mas as gestantes, puérperas e crianças menores de cinco anos tiveram resultado aquém do esperado – 90% da população-alvo. No Dia ‘D’ de Mobilização Nacional, sábado, dia 13 de maio, os centros de saúde do município ficarão abertos das 8h às 17h para a campanha.

*Indivíduos que apresentem pneumopatias (incluindo asma); cardiovasculopatias; nefropatias; hepatopatias; doenças hematológicas; distúrbios metabólicos; transtornos neurológicos e do desenvolvimento (como epilepsia, paralisia cerebral, síndrome de Down, entre outros); imunossupressão associada a medicamentos, neoplasias, HIV/Aids ou outros; obesidade; e pacientes com tuberculose, de todas as formas.

Saiba mitos e verdades sobre a gripe neste link

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde

 

 


Fotos