Busca por estabelecimento:

Patrocínio

Últimas Notícias

Saúde

 

Prefeitura lança medidas para combater o Coronavírus

16 MAR 2020


Nesta segunda-feira, dia 16, a Prefeitura de Florianópolis divulgou várias medidas para evitar a propagação do Novo Coronavírus na cidade. Logo pela manhã, durante coletiva com a imprensa e profissionais da Saúde, o prefeito Gean Loureiro lançou o Alô Saúde, programa que tem como principal objetivo reduzir o atendimento presencial nos postos de saúde da Capital, assim como agilizar os serviços. À tarde, Gean Loureiro convocou nova coletiva e anunciou a suspensão total das aulas da rede municipal e na rede privada, tanto no ensino infantil como no ensino médio e nas universidades.

A medida está prevista no decreto 21.347, que foi atualizado, e contém 33 artigos, entre eles a suspensão das aulas por 14 dias, e também pelo mesmo período as atividades em estabelecimentos localizados em espaços fechados, com característica de grande circulação de pessoas tais como cinemas, museus, bibliotecas e teatros. Também ficam suspensas por 14 dias as visitas ao público acolhido em abrigos e instituições de longa permanência municipais (próprios e rede parceira).

Alô Saúde
Coordenadora do Programa, médica de Família Fernanda Belchior, explicou que o Alô Saúde é pioneiro no Sistema Único de Saúde, no formato pré-clínico. “Adaptamos o sistema - que já é usado em outros países como Reino Unido e Portugal – a nossa realidade como, por exemplo, reunir orientações sobre dengue, sarampo, febre amarela, malária”, disse.

Por intermédio de uma central que vai trabalhar em quatro turnos - com cerca de 60 atendentes em cada um deles – o sistema vai funcionar via telefone e aplicativos, gratuitamente, 24h por dia. Ao ligar para o 0800.333.3233, o morador de Florianópolis vai poder tirar dúvidas sobre o sistema de saúde, autocuidados e até mesmo marcar consultas sem precisar se deslocar até uma unidade de saúde.

Para tanto, informou a médica, é preciso ser usuário do posto de saúde do seu bairro. Se o usuário apresentar os sintomas do novo Coronavírus, por exemplo, a Vigilância Sanitária fará a coleta do material em domicílio. E, após uma hora, é feita uma ligação para conferir se foi realizado o procedimento.

Todas as equipes de saúde das unidades estarão contando com uma importante ferramenta: o WhatsApp. A partir dessa segunda-feira, já estarão operando 28 centros de saúde. E a partir de 25 de maio mais 45 centros.

Há três anos sendo implementado pela prefeitura, o Alô Saúde recebeu novas funções para atender os casos do novo Coronavírus. “Graças a Deus o programa estava pronto”, celebra o secretário municipal da Saúde doutor Paraná. Ao longo desses anos, disse ele, foram feitas várias mudanças nos postos de saúde para adequar as unidades ao novo sistema como, por exemplo, ampliação do horário, atendimento ao meio dia, entre outros.

Para o prefeito Gean Loureiro, o Alô Saúde também veio no momento certo. “O lançamento estava programado para janeiro, mas acredito que o adiamento favoreceu a população na hora em que mais precisava de orientação”, apontou. Tanto é que em apenas três horas de funcionamento, mais de 1.300 ligações foram recebidas pela equipe da central. “Se conseguirmos que 2 mil pessoas deixam de comparecer no posto de Saúde, o programa já estará cumprindo com o seu objetivo”, espera o prefeito, reforçando que o Alô Saúde está disponível para os moradores de Florianópolis. "A população de outros municípios podem ligar para tirar dúvidas, mas não poderão ser encaminhados já que o sistema é feito para os usuários dos postos de saúde.

Fotos Cristiano Andujar/PMF


Fotos